Este blog está em desenvolvimento

...

terça-feira, 26 de março de 2013

Super Guppy. Ô feio!

Aeronave Super Guppy Swallows (Andorinha) da Nasa demonstrando sua versatilidade.


Veja o vídeo no final da postagem.

Dois aposentados da NASA T-38 formadores montados em um palete de transporte em cima de um transportador móvel estão posicionados para carregar a bordo da NASA Super Guppy antes transportando-os a El Paso, Texas, para a desmontagem.
Duas aeronaves de instrução T-38 aposentadas da NASA montados em um palete
de transporte em cima de um transportador móvel estão posicionados
para carregar a bordo Super NASA Guppy antes transporta-los a El Paso,
Texas, para a desmontagem. 
> Ampliação da Imagem
A NASA Super Guppy avião de transporte "engolindo" dois aeronaves T-38 da NASA em 18 de março, à direita na rampa de volta a NASA Dryden Flight Research Center (Dryden centro de pesquisa de vôos). A BET Super Guppy-turbina, o último de sua espécie ainda está voando, sua base é em Ellington Airport em Houston, perto do Centro Espacial Johnson da NASA. A aeronave estava em Dryden para transportar os dois T-38 que Dryden não usou em voou em vários anos e não estão mais em perfeitas condições de navegabilidade para El Paso, Texas, onde serão desmontados para retirada de peças a fim de manter outro T-38 em El Paso pertencente a Johnson operando. Depois de retirar as asas e outros componentes utilizáveis, as porções remanescentes das fuselagens serão transportada para Manutenção da Força Aérea Aeroespacial e Centro de Recuperação ao lado de Davis-Monthan Air Force Base, perto de Tucson, Arizona, para a disposição final.
O aposentado segundo T-38 se junta a seu companheiro de palete de transporte especial.
Trabalhadores guiam cuidadosamente
 o primeiro  T-38 no lugar,
içamento com pallet. 
> Ampliação da Imagem
Operários cuidadosamente guiar o primeiro do T-38 no lugar, como é içada para o seu palete.
segundo T-38 aposentado se junta a
seu companheiro no palete
de transporte especial. 
Image> Ver maior

O tamanho do Gigante

Além do tamanho do Guppy Super - ele mede mais de 48 pés para a parte superior da cauda e tem uma envergadura de mais de 156 pés, com um compartimento de carga enorme superior - a aeronave possui um nariz articulado que se abre 110 graus. Uma vez aberta, um carregador de carga para avião foi usado para carregar os dois aviões de treinamento. O Guppy, De 25 pés de diâmetro de compartimento de carga, permitiu a dois T-38 aeronaves a ser movido apenas com as pontas das asas que precisam ser removidos, disse Johnson engenheiro de vôo David Elliott, gerente do projeto Guppy . Depois de abrir a seção do nariz do Guppy, suspendendo a T-38, sobre um palete especialmente concebido em cima de um transportador móvel, o carregamento do palete e T-38 para o Guppy e religamento seção do Guppy do nariz - sobre um processo de 2,5 horas - o Guppy partiram para El Paso.



Como o Super Guppy aguarda sua carga no fundo, os operários garantir o segundo T-38 à sua palete de transporte.O Guppy abre a boca
Como o Super Guppy guarda sua carga no fundo, os operários suspendendo o segundo T-38 à seu palete de transporte.> Ampliação da ImagemO Guppy abre sua "boca ..." > Ampliação da Imagem

Engoliu!Fechando
Engoliu! Image> Ver maiorFechando ... > Imagem de Ampliação

Dryden viu o Super-Guppy Turbine antes, durante a entrega do X-38 veículo 131R veículo de retorno protótipo tripulação em 11 de julho de 2000. Ele também visitou NASA Dryden para uma mudança do trem de pouso em 2005. A Guppy Super é a mais recente iteração do seu tipo -. a última das três aeronaves descomunal de ter transportado um número de cargas pesadas da NASA que variam de foguetes Saturno aos módulos da Estação Espacial Internacional A Space Race teve uma série de problemas complicados para resolver, disse Elliott. Em 1962, com base na Califórnia Indústrias Aero Spacelines resolvido o problema do transporte de grandes componentes, quando introduziu a aeronave Guppy primeiro.Essa primeira versão do Guppy foi avaliado durante os testes de voo voadas em Pesquisa da NASA Flight Center em Edwards Air Force Base, que caem. Construído a partir de um fortemente modificado Stratotanker KC-97, o Guppy B-377PG grávida contou com o maior compartimento de carga de qualquer avião já construído para esse tempo. Em pouco mais de 19 pés de diâmetro, esta cavidade enorme foi especificamente projetado para carregar o segundo estágio de um foguete Saturno para o programa Apollo, disse Elliott. O Guppy Grávida permitido NASA para entregar a carga superdimensionada crucial para Cabo Canaveral em 18 horas ao invés de 18 a 25 dias a bordo de uma barca, acrescentou. O programa foi tão bem sucedido que foi seguido por uma versão ainda maior do avião, em 1965. Apelidado de Super B377SG Guppy, foi equipada com um compartimento de carga de 25 pés de diâmetro, motores turboélice mais poderosos, uma cabine pressurizada, e um nariz articulado para facilitar o carregamento da carga. Spacelines Aero continuou a possuir e operar a aeronave até 1981, quando a Nasa comprou a aeronave. Durante seus 32 anos de serviço, o original Super Guppy voou mais de 3 milhões de milhas em apoio de Apolo, da NASA, Gemini, Skylab, e programas da Estação Espacial Internacional. Também transportou o X-24B e corpos HL-10 de levantamento de elevação corpos da NASA Dryden para o Museu da Força Aérea ao lado de Wright-Patterson Air Force Base, em Ohio, em 1976. (A HL-10 foi posteriormente devolvido à NASA Dryden, e permanece em exposição em frente ao centro hoje.) O Super-Guppy Turbine versão atualmente operada pela NASA é a última geração de Guppy que Spacelines Aero construído. A diferença mais importante entre ele e seu antecessor, foi um upgrade para mais confiáveis ​​e prontamente disponíveis Allison T-56 turboélices. Airbus Industries comissionados e operados quatro BET aeronaves Super Guppy Turbine-para transportar grandes A300 seções da fuselagem em toda a Europa durante as últimas três décadas do século 20. Airbus Quando se aposentou sua frota para museus em 1997, a NASA foi capaz de adquirir o número 4 aeronaves para substituir o seu envelhecimento B377SG Super Guppy sob uma Estação Espacial Internacional acordo de permuta com a Agência Espacial Europeia. Super NASA Guppy-turbina continua a apoiar o programa espacial da América e está programado para transportar o escudo térmico Orion da Textron Defense Systems perto de Boston para Kennedy Space Center da NASA no final de março. O Departamento dos EUA de empresas de defesa e do governo também têm aproveitado os recursos do Guppy para mover aeronaves e componentes de grande porte em todo o continente, incluindo T-38 para a Força Aérea e V-22 para a Marinha. Para mais fotos do Guppy Grávida, Super Guppy e Super-Guppy Turbine, visite: http://www.nasa.gov/centers/dryden/multimedia/imagegallery/Guppy/index.html

NASA Fotos / Jim Ross
NASA descomunal BET Super avião de transporte Guppy Turbine-levanta para fora da pista na Edwards Air Force Base, depois de uma visita anterior.NASA descomunal BET Super avião de transporte Guppy Turbina-levantada para fora da pista na Edwards Air Force Base, depois de uma visita anterior. (NASA / Tony Landis) > Ampliação da Imagem 

O pouso da baleia

Vídeo pelo sargento. Vanessa Reed.
Vídeo pelo sargento Vanessa Reed Combate quarto Esquadrão Câmara
Membros da Força Aérea. A partir de março ARB, CA, apoia a chegada do Super NASA Guppy. O Super Guppy é um grande avião de carga grande porte usado para transportar carga superdimensionada, componentes e equipamentos. 
Super Guppy Faz Breve Aparência NASA
Jay Levine, editor, The X-Press  NASA Dryden Flight Research Center

Leia mais...

domingo, 24 de março de 2013

Yamaha XJ6 N 2013


Quatro cilindros, média cilindrada, fácil pilotagem e economia mas a roupa nova não convence muito.




Apresentada pela Yamaha em duas versões, uma naked (sem carenagem) e uma sport-touring (carenada), a moto aposentou a linha FZ6 no país em meados de 2010, passando a ser a única opção quatro cilindros de média cilindrada da Yamaha. No resto do mundo, a renomada fabricante atualizou o modelo Fazer para envenenado motor de 800cc. Como sempre o Brasil ficou de fora desses planos mas por aqui já pode ser encontrada por exemplo a "FZ8 Fazer 800 - 2012 - Preta" atravez de importadores pela "bagatela" aproximada dU$ 23.500,00. Animou?
Yamaha FZ8 2012 Preta. Estilo: naked. Credito: moto.com.br
Yamaha FZ8 2012 Preta. Estilo: naked. Credito: moto.com.br
Para tornar a XJ6 mais acessível, a marca deixou de lado alguns aspectos, sobretudo, a esportividade de sua antecessora. Apesar de ambas carregarem motor de quatro cilindros em linha, as semelhanças entre ela e a FZ6 param por aí. A capacidade cúbica foi mantida, assim como o diâmetro e o curso dos pistões, e a carcaça externa do motor. Mas, a XJ6 ganhou novo cabeçote, virabrequim e dutos de admissão retrabalhados. Ficou um pouco mais “mansa”, mas ganhou mais torque em baixas e médias rotações. Seu propulsor oferece 77,5 cv a 10.000 rpm, comparados aos 98 cv a 12.000 rpm da FZ6.


O que têm para 2013?

Quase nada. Em 2013  foi a primeira vez que a XJ6 N sofreu atualizações estéticas desde seu lançamento em 2008, durante o Salão Internacional de Colônia, na Alemanha.
As mudanças:
  • Novas carenagens no farol e aletas maiores no tanque de combustível;
  • Lentes dos piscas não são mais amarelas e sim transparentes;
  • Alça de apoio da garupa mais reforçada, formada por duas peças;
  • Revestimento do assento com novo material, que oferece mais aderência ao piloto e passageiro(a);
  • Painel com luz de LED.

Gordinha sim, mas não lenta.

O chassi do tipo diamond ancora o motor DOHC de quatro cilindros e 600 cm³, com arrefecimento líquido. Por ser construído em aço, e não alumínio como sua principal rival, o peso da moto fica elevado, 215 kg (em ordem de marcha). Mas, isso não a deixa menos ágil no trânsito das grandes cidades. Em função dessa agilidade, somada a posição de pilotagem confortável, comandar a XJ6 N é tarefa fácil, tanto para os motociclistas mais experientes, quanto para os novatos. E esse é um dos principais atrativos da moto, um dos fatores que ainda a mantém na vice-liderança do segmento. A altura do assento, a somente 785 mm de distância para o solo, facilita o apoio dos pés no chão, deixando a XJ6 amigável para diferentes biótipos.
Para firmá-la como uma naked de entrada, a Yamaha equipou-a com um conjunto de suspensão espartano, visando também a diminuição do preço. Na dianteira, garfos telescópicos de 130 mm fazem um bom trabalho na absorção dos impactos. A balança traseira monoamortecida completa o conjunto e ainda oferece regulagem na pré carga da mola. Apesar de não ser equipada com ABS (apenas o modelo vendido no Reino Unido vem com o dispositivo), os dois discos dianteiros de 298 mm e o disco simples de 245 mm na traseira param com eficiência a XJ6 N. Mas, isso não significa que o sistema antitravamento não seria bem vindo.

Economia

Outro quesito que torna a XJ6N em uma opção interessante entre as nakeds de quatro cilindros é a economia de combustível. Por rodar bem em baixas rotações e mostrar força já nas faixas iniciais de giro, ela consome menos que as concorrentes. Durante nosso teste, percorremos exatos 257 km com a motocicleta, e utilizamos "apenas" 11,78 litros de gasolina. Na ponta do lápis, quer dizer, na calculadora, isso dá um total de 21,8 km/l. O consumo foi medido na cidade e na estrada, ambientes preferidos da XJ. Um número considerável para uma motocicleta de 600cc quatro cilindros, com uma pitada de esportividade.
Nas estradas o desempenho é bom, mas deixa a desejar na velocidade final em retas. As rodovias brasileiras tem o limite de velocidade entre 100 km/h e 120km/h, e estão lotadas de radares, então, esse não é um problema, pois ela ultrapassa essas marcas com facilidade. Mas, se você é do tipo que gosta de fazer "track days" nos finais de semana, a XJ6 N talvez não seja a melhor escolha. Em todo o caso, julgando sua performance na cidade e na estrada, o conjunto agrada bastante.

Vice Liderança

Dentro da categoria naked de média cilindrada, a Yamaha XJ6 N ocupa a vice-liderança entre os emplacamentos: 3.565 unidades vendidas em 2012, só atrás da Honda CB 600F Hornet. O principal motivo pelo bom número de emplacamentos é por conta de seu preço atrativo, R$ 28.410,00 (sem frete), cerca de R$ 4.000,00 a menos que sua concorrente direta, a Honda CB 600 Hornet (sem C-ABS).
Entretanto, a Yamaha XJ6 N, a Suzuki Bandit 650 (R$ 29.990,00) e a Kasinski Comet GT 650 (R$ 21.990,00) são as únicas que ainda não se preocupam com a segurança de seu consumidor e não oferecem uma versão com freios ABS de suas motocicletas. Dessa maneira, ela fica com defasagem em comparação às suas outras concorrentes: a Kawasaki ER-6n (R$ 28.880,00 com ABS), Honda CB 600F Hornet (R$ 31.990,00 e R$ 34.990,00 com C-ABS) e BMW F 800R (R$ 35.500,00 com ABS de série).
Mas com seu conceito racional, que presa mais a facilidade de pilotagem, o conforto e a economia em detrimento da esportividade, a Yamaha XJ6N continua se mantendo na vice-liderança da categoria.

Ficha Técnica

Motor 4 cilindros 4 tempos, DOHC, arrefecimento líquido
Cilindrada 600 cm³
Potência máxima 77,5cv a 10.000rpm
Torque máximo 6,09 Kgf.m a 8.500 rpm
Diâmetro x Curso 65,5 x 44,5 mm
Taxa de compressão 12,2 + 0,4:1
Alimentação Injeção Eletrônica
Capacidade do tanque 17,3 litros
Câmbio Seis velocidades
Transmissão final Corrente
Embreagem Úmida, disco múltiplo - mola helicoidal
Suspensão dianteira Garfo telescópico com 130 mm de curso
Suspensão traseira Braço oscilante monocross com 130 mm de curso
Freio dianteiro Duplo disco de 298 mm
Freio traseiro  Disco de 245 mm
Pneu dianteiro 120/70 - ZR17 M/C 58W
Pneu traseiro 160/60 - ZR17M/C 69W
Chassi Berço Tubular em aço tipo Diamond
Dimensões (C x L x A) 2.120 X 770 X 1.085 mm
Altura do assento 785 mm
Altura mínima do solo 140 mm
Entre-eixos 1.440 mm
Peso seco 186 kg
Cores preto,branco e vermelho
Preço  R$ 28.410,00

Fonte: iCarros

Leia mais...

sábado, 24 de março de 2012

A emoção: Uma fraquesa?


Não era assim para



'Com a emoção ficou mais difícil escrever', diz biógrafo de Jobs

O livro 'Steve Jobs', que está na lista de best-sellers desde que foi lançado, é baseado em mais de 40 entrevistas com Jobs ao longo de dois anos. O Globo News Literatura entrevista o biógrafo Walter Isaacson.



video
Confira a entrevista com o biógrafo de Steve Jobs, Walter Isaacson. O livro 'Steve Jobs', que está na lista de best-sellers desde que foi lançado, é baseado em mais de 40 entrevistas com Jobs ao longo de dois anos. Isaacson também ouviu parentes, amigos e adversários para contar a vida atribulada do empresário que revolucionou nossa maneira de lidar com a música, o computador e o telefone celular. Fala também da personalidade forte e polêmica do gênio, que foi amado e odiado.
Na entrevista a Cristina Aragão, Isaacson conta o que não escreveu no livro e revela que foi particularmente difícil escrever sobre Steve Jobs por ter ficado emocionalmente muito ligado a ele: “Ele era um cara emocional, ele colocava emoção em tudo que fazia e mostrava essa emoção. Quando ele ficou doente, eu percebi que estávamos correndo contra o tempo de uma doença como o câncer. Foi mais turbulento do que em geral costumava ser quando eu escrevia outros livros. Com a emoção ficou mais difícil”, diz o biógrafo.

Continue lendo e veja a entrevista completa em mais dois videos empolgantes a respeito deste visionário e gênio do século na opinião de muitos especialistas.

Leia mais...

sexta-feira, 23 de março de 2012

NASA lança foguetes para Missão Atrex


Estudo da NASA Jet Stream irá ascender o céu noturno
Com cerca de 35 a 40 metros de comprimento, foguetes de sondagem serão atirados ao céu para viagens curtas de oito a dez minutos, permitindo aos cientistas sondar difíceis locais de alcançar nas camadas da atmosfera. 
O mapa da região mid-Atlantic de os EUA mostra a área projetada, onde os foguetes podem ser visíveis enquanto os motores estão queimando através de vôo. Também mostra o perfil de voo de cada um dos cinco foguetes. Crédito: NASA / Wallops
O mapa da região mid-Atlantic de os EUA mostra a área projetada
onde os foguetes podem ser visíveis enquanto os motores estão queimando através de vôo.
Também mostra o perfil de voo de cada um dos cinco foguetes. Crédito: NASA / Wallops  
               
 A missão Atrex de cinco foguetes de Virginia foi adiada por causa do tempo. A tentativa próximo lançamento será o mais tardar, segunda de manhã, 26 de março. A NASA vai lançar cinco foguetes de sondagem em aproximadamente cinco minutos para medir à 200-300 quilômetros por hora ventos na borda do espaço. Esta missão irá traçar estes ventos e estudar a sua conexão íntima com os complicados padrões elétricos atuais que cercam a Terra. NASA / Goddard Space Flight Center 
A "Loucura de lançamento", em tradução literal, irá atingir a costa leste em março com lançamento da NASA de cinco foguetes em aproximadamente cinco minutos para estudar o fluxo de jato de alta altitude do seu Mecanismo de Vôo Wallops na Virgínia.
O Experimento Foguete anômala Transportes (Atrex) é uma Heliofísica de som; a missão do foguete vai reunir as informações necessárias para entender melhor o processo responsável pela corrente de jato de alta altitude localizado a 60 e 65 quilômetros acima da superfície da Terra.
Continue vendo e assista o vídeo da missão:

Leia mais...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ameaça eminente com carro bomba aos Estados Unidos

Vice presidente dos Estados Unidos declara haver ameaça eminente com carro bomba



O vice-presidente norte-americano, Joe Biden, declarou hoje não haver "indício flagrante" de ameaça contra Nova Iorque ou Washington, mas confirmou que as autoridades estão a investigar a possibilidade de atentado com uma viatura armadilhada.
"Fomos informados por uma fonte credível de que existia um projeto visando  fazer entrar nos Estados Unidos pessoas para concretizar tal plano, mas  por enquanto não temos confirmação", adiantou.  
"Recordem-se de que encontrámos documentos durante o assalto contra  Usama bin Laden que indicavam que  (o antigo chefe da Al-Qaeda) estava interessado  num ataque a 11 de setembro" deste ano, sublinhou Biden.  

Leia mais...

Prefeito de NY faz declaração para nova ameaça de ataque terrorista

Ameça de ataque terrorista específico de fontes confiáveis deixa EUA em alerta e reforçam segurança em New York

Prefeito de NY,Michael Bloomberg diz que risco tem de ser levado a sério 


O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, disse nesta quinta-feira (8) que há informações não confirmadas de que um atentado terrorista estaria sendo planejado para domingo (11), quando se completam dez anos dos atentados do 11 de Setembro.
- Sabemos que terroristas consideram, aniversários uma oportunidade de atacar de novo. Vivemos em um mundo em que temos de levar essas ameaças a sério.
A cidade de Nova York está em estado de alerta para as homenagens ao 11 de Setembro, com equipes antibomba, cães farejadores, vigilância reforçada em túneis e pontes e bloqueios em ruas. Segundo o Departamento de Segurança Nacional, existe de uma ameaça “crível e específica”, mas ainda não confirmada, de ataque terrorista. O departamento não deu mais detalhes.

Leia mais...

Ameaça terrorista no aniversário do 11 de Setembro

Departamento de Segurança Interna fez comunicado sobre investigação.
Documentos apontam ataque a Washington e NY.

Ataque terrorista 11 de setembro ao WTC

Após os EUA passarem por um período conturbado de evacuações nas regiões costeiras e devastação pelo furacão Irene agora enfrentam nova ameaça de ataque terrorista. Nesta quinta feira, dia oito,  o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos emitiu um comunicado dizendo que tem informações "confiáveis, específicas, porém não confirmadas" de uma ameaça terrorista no próximo domingo , dia nove, data que marca os dez anos dos atentados do 11 de Setembro.
"Neste estágio, é correto dizer que há informação específica, confiável, porém não confirmada [da ameaça];
temos dado, e continuaremos a dar todos os passos necessários para mitigar qualquer ameaça que se apresente. Continuamos pedindo ao povo dos EUA que permaneça vigilante à medida que nos aproximamos do final de semana", diz um comunicado do Departamento de Segurança Interna dos EUA.

Leia mais...

Seguidores

NASA Breaking News

Novidades do Automobilismo

  ©Tavarelando - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo